quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

São Simão de Trento, Mártir



"Em Trento, dia de S. Siméão menino, o qual foi morto pelos judeos com grande crueldade, e depois resplandeceo com muitos milagres." Martirológio Romano - MDCCXLIII(?), pág 72, dia 24 de março.

Em 1475 na cidade de Trento, norte da Itália, na quinta-feira Santa, uma criança de pouco mais de dois anos desapareceu, causando preocupação e muita aflição nãos só aos pais do garoto como em toda comunidade tridentina.

Filho do casal Andre e Maria, Simão, nasceu aos 26 de novembro de 1472, família pobre viviam em um lugarejo próximo a Trento. Dias antes do desaparecimento do pequeno Simão, o Beato Bernardo da Feltre, franciscano itinerante, ao passar pelo local, previu um acontecimento que causaria muita dor na cidade.

Na noite de quinta-feira Santa, o menino Simão desapareceu. Sequestrado da porta da casa de seus pais e localizado na sexta-feira Santa de baixo da sinagoga local.

terça-feira, 17 de janeiro de 2017

FOTOS: Missa Tridentina em Caçapava SP (16/01/17)


Queridos leitores, apresento as fotos da Missa do dia 16/01/2017, na mais nova Missão, Nossa Senhora de Guadalupe - Caçapava SP.

















VIVA CRISTO REI!

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

Os neoconservadores e sua falsa noção do Papado


Atualmente se observa um persistente mal-estar no interior da seita conciliar. Há uma estranha coincidência no que se escreve em muitos blogues e em entrevistas dadas por hierarcas conciliares (“cardeal” Burke e o “bispo” Schneider, entre outros). Como justificativa para “salvar” a pseudoigreja, encontramos os seguintes pontos comuns: a equivocada concepção do papado e, como consequência, a convocação à Resistência. Acreditando que os papas possam ser hereges, tomam como consequência legitima o dever de resistir a eles. Porém, a doutrina católica não é esta!

segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

Santa Missa Tridentina em Caçapava SP


Santa Missa com Rev. Padre Ernesto Cardozo.

*Dia 16/01, às 19:00h 
* Informações: Whatsapp (12) 99189 4121 - Edson 


domingo, 1 de janeiro de 2017

Novíssimos do Homem

Morte do Justo

Morte do Pecador 

Ó Cristão que isto lês, olha que existe um Deus!
... uma alma! ... uma eternidade! ...

LEMBRA-TE
de teus novíssimos:
MORTE... JUÍZO... INFERNO...PARAÍSO...
e nunca pecarás.

1. — Lembra-te ... que foste criado somente para amares e servires o teu Deus nesta vida e o possuíres depois eternamente na outra . . .

2. — Lembra-te ... que a morte vem chegando a largos passos e, talvez, já está mais próxima do que pensas...

3. — Lembra-te ... que brevemente deves prestar conta a Deus de todo o bem que podias fazer e não fizeste, como de todo o mal que devias deixar e
não deixaste .. .

sábado, 31 de dezembro de 2016

A vigilância e a mortificação

PIO XII
  
[..] Tal vigilância de todos os instantes e em todas as circunstâncias é absolutamente necessária, "porque a carne tem desejos contrários ao espírito, e o espírito desejos contrários à carne" (Gl 5,17). Se cedemos, pouco que seja, às seduções do corpo depressa seremos levados até essas "obras da carne" enumeradas pelo Apóstolo (cf. Gl 5,1921), que são os vícios mais vergonhosos da humanidade. 


Por este motivo, é preciso vigiar primeiramente os movimentos das paixões e dos sentidos, e dominá-los com uma vida voluntariamente austera e com a mortificação corporal, para os submeter à reta razão e à lei divina: "Os que são de Cristo crucificaram a sua própria carne com os vícios e concupiscências" (Gl 5,24). O apóstolo das gentes confessa de si mesmo: "Castigo o meu corpo e reduzo-o à escravidão, para que não suceda que, tendo pregado aos outros, eu mesmo venha a ser réprobo" (1Cor 9,27). Todos os santos e santas assim vigiaram os seus sentidos e reprimiram-lhes os movimentos, às vezes muito violentamente, segundo as palavras do divino Mestre: "Digo-vos que todo o que olhar para uma mulher, cobiçando-a, já cometeu adultério com ela no seu coração. E se o teu olho direito te serve de escândalo, arranca-o e lança-o para longe de ti, porque é melhor para ti que se perca um dos teus membros, do que ser o teu corpo lançado no inferno" (Mt 5,28-29). Essa recomendação mostra bem que nosso Redentor exige antes de tudo que não consintamos nunca no pecado, nem por pensamento, e que com a maior energia cortemos em nós tudo o que poderia, mesmo levemente, manchar esta virtude belíssima. Nesta matéria, nenhuma vigilância nem severidade é excessiva. E se má saúde ou outras razões não nos permitem pesadas austeridades corporais, nunca elas nos dispensam da vigilância e da mortificação interior.
(SACRA VIRGINITAS)

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

O DIREITO DE JULGAR A HERESIA

Triunfo de Santo Tomás de Aquino sobre os heréticos


OS PARTICULARES TÊM O DIREITO DE JULGAR QUE ALGUÉM É HEREGE ANTES DO JULGAMENTO DIRETO DA IGREJA?
(2000)
John S. Daly

“De que serviria a regra de fé e costumes, se a cada caso particular não pudesse fazer imediata aplicação dela o simples fiel?”
(D. Félix Sardá y Salvany, O Liberalismo É Pecado, cap. XXXVIII, p. 150).

Sim, um particular tem o direito, em certos casos, de julgar que alguém é herege antes do julgamento direto da Igreja, desde que sejam respeitadas algumas condições, a saber:
1. A falsa doutrina, defendida pela pessoa em questão, deve estar em oposição manifesta edireta a uma verdade que certamente deve ser crida com fé divina e católica*.
[*Enquanto o cânon 1325 declara herege quem nega ou duvida pertinaciter (pertinazmente) de uma verdade a ser crida com fé divina e católica, o cânon 1323 sublinha que doutrina alguma é considerada pertencente a essa categoria “nisi id manifeste constiterit” (a não ser que isso seja manifesto). Herrmann resume a doutrina comum dos teólogos fazendo a precisão de que proposição herética é aquela que se opõe diretamente, certamente e manifestamente a uma dessas verdades (Inst. Theol. Dogm. I. 32).]